OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA

oftalmologista

 

Nos últimos anos a Medicina Veterinária tem cada vez mais segmentado sua área de atuação.

A oftalmologia é um ramo  delas, e tem cada vez mais novas tecnologias facilitando a vida dos cães, gatos e seus tutores.

Geralmente ouvimos mais sobre a cegueira em cachorro quando chegam em uma idade mais avançada, mas ao longo dos anos, diversas doenças oculares frequentes em humanos são também bastante comuns nos pets.

Confira as principais:

  • Úlceras de córnea;
  • Conjuntivite alérgica;
  • Ceratoconjuntivite seca (olho seco);
  • Triquíase e distiquíase (mau posicionamento dos cílios);
  • Entrópio e ectrópio (má formação na pálpebra para dentro ou para fora);
  • Ceratoconjuntivite herpética (herpes ocular);
  • Sequestro corneano felino;
  • Distrofia corneana;
  • Ceratite pigmentar (manchas pretas nos olhos);
  • Uveítes;
  • Glaucoma,
  • Catarata.

   

O exame inicia-se com o teste que mede a produção lacrimal (Teste de Schirmer), aferição da pressão intraocular (tonometria), inspeção das pálpebras e estruturas oculares com fonte de luz (lâmpada de fenda), resposta pupilar a luz, dilatação pupilar para avaliar o fundo do olho e por fim o uso dos corantes para avaliar presença de lesões de córnea.

A sequência dos exames pode ser alterada dependendo do quadro oftálmico.

Sempre é muito importante que o proprietário esteja atento aos sinais de doenças oculares, como o olho vermelho, lacrimejamento excessivo, secreção ocular, sensibilidade à luz, olho fechado, manchas ou alteração na coloração dos olhos, coceira nos olhos e ou a dificuldade para enxergar.

Exitem algumas raças que apresentam maior tendência e ter problemas oculares  como Buldogues, Lhasa Apso, Pequinês, Pug e Shih Tzu podem necessitar cuidados especiais com os olhos.

O cuidado com o autotraumatismo é fundamental para o sucesso do tratamento oftálmico. A proteção ocular é indicada para afecções de córnea, conjuntiva, pálpebras, para cegueira e pós-operatório de cirurgias.Dando alternativa aos colares elizabetanos.

 

Fonte: https://www.petz.com.br/blog/saude-e-cuidados/oftalmologia-veterinaria-uma-especialidade-que-nao-para-de-crescer/https://www.puppyshow.com.br/pagina/especialista-em-oftalmologia-veterinaria.html

PERIODONTIA / DOENÇA PERIODONTAL
HEPATITE INFECCIOSA CANINA
PARAINFLUENZA
CORONAVIROSE
ADENOVIROSE CANINA
OFTALMOLOGIA VETERINÁRIA
CELULITE JUVENIL CANINA
HIPERTERMIA MALIGNA
CARCINOMA/ADENOCARCINOMA/COLANGIOCARCINOMA DO DUCTO BILIAR
DISPLASIA RENAL
SÍNDROME DO OVÁRIO REMANESCENTE
FÍSTULA INFRAORBITÁRIA
FÍSTULA ORONASAL
CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS EM CÃES
COLAPSO TRANQUEIA
ESPIRRO REVERSO
HEMANGIOSSARCOMA
HEMANGIOMA CUTÂNEO CANINO
ODONTOLOGIA VETERINÁRIA
HIPOGLICEMIA
INSULINOMA
SÍNDROME DA IMUNODEFICIÊNCIA VIRAL FELINA (FIV)
TRICOBEZOAR
VÕMITO CRÔNICO EM GATOS
NEOPLASIA PROSTÁTICA
PROSTATITES
CISTOS E ABSCESSOS PROSTÁTICOS
HIPERPLASIA PROSTÁTICA BENIGNA (HPB)
AFECÇÕES PROSTÁTICAS EM CÃES
CORONAVÍRUS FELINO
CISTITE IDIOPÁTICA FELINA (CIF)
TÉTANO
UROLITÍASE
DISQUERATINIZAÇÃO
DESVIOS (SHUNTS) PORTOSSISTÊMICOS CANINOS
HIGROMA
DOENÇA DO SACO ANAL
PEDICULOSE
ISOSPOROSE
TOXOPLASMOSE
HIPERADRENOCORTICISMO CANINO / SÍNDROME CUSHING
DOENÇA RENAL CRÔNICA
ARRITMIAS CARDÍACAS
INSUFICIÊNCIA CARDÍACA CONGESTIVA
BORDETELLA
CLAMIDIOSE
ERLIQUIOSE FELINA
BABESIOSE CANINA
BARTONELOSE FELINA /ARRANHADURA DO GATO
ANAPLASMOSE OU TROMBOCITOPENIA CÍCLICA
MICOPLASMA FELINA
FEBRE MACULOSA
DERMATITE ATÓPICA CANINA / ATOPIA
DERMATITE ÚMIDA / ECZEMA ÚMIDO
FISTULA PERIANAL
HIPOADRENOCORTICISMO / DOENÇA DE ADDISON
HIPOTIREOIDISMO CANINO
PROBLEMAS NOS OLHOS
PERITONITE INFECCIOSA FELINA (PIF)
MASTOCITOMA
ENDOCARDITE BACTERIANA
LEISHMANIOSE VISCERAL CANINA
LARVA MIGRANS VISCERAL
LEPTOSPIROSE CANINA
DERMATOFITOSE / MICROSPORUM CANIS
DERMATITE ACRAL POR LAMBEDURA
PULGAS
DEMODICOSE CANINA/ SARNA DEMODÉCICA
DIROFILARIOSE
SARNA OTODÉCICA / SARNA DA ORELHA
SARNA SARCÓPTICA / ESCABIOSE CANINA
DIABETES MELLITUS
SÍNDROME DA DISFUNÇÃO COGNITIVA
FeLV – LEUCEMIA VIRAL FELINA
TRAQUEOBRONQUITE INFECCIOSA CANINA
DOENÇA DO TRATO URINÁRIO INFERIOR FELINOS
OTITES
RAIVA
GIARDÍASE
LARVA MIGRANS CUTÂNEA
CALICIVÍRUS FELINO
HERPESVÍRUS FELINO/RINOTRAQUEÍTE VIRAL FELINA
BOTULISMO
HIPERPLASIA ENDOMETRIAL CÍSTICA E PIOMETRA
DIPILIDIOSE
PARVOVIROSE
ERLIQUIOSE CANINA
CINOMOSE